quarta-feira, 27 de junho de 2012

Primeiro Respirar

A Escola do Despertar
I.   Primeiro respirar!

Muitos estão agora a iniciar o seu Despertar de Consciência e a sentir um chamamento interno. Por vezes, em redor tudo se desmorona e buscam-se explicações, um sentido.
O Despertar: o que é, o que fazer, como coexistir num mundo que é ainda diferente daquilo que sentimos ser real e verdadeiro? …
Alma, Eu Superior, Eu Sou… Ascensão, Iluminação, Integração… Auto-ajuda, auto-cura, canalização, energias, técnicas, ferramentas, profecias, percepções extra-sensoriais, realidades quânticas… Iniciações, alinhamentos, activações… Nova Energia – Velha Energia, lei da atracção, livre arbítrio, acção – reacção, vidas passadas, aspectos, reencarnação… Tantos conceitos novos! Todos válidos neste Despertar? Confusões, heranças do passado? …

Muitas são as questões que surgem ao longo do Despertar. Muitos são os sintomas físicos, emocionais, mentais, psíquicos que se sentem nesta fase da expansão de consciência planetária e que só agora muitos começam a sentir.
Nesta Escola do Despertar, neste primeiro módulo, vamos apresentar uma visão integrativa e expansiva com propostas de reflexão e abordagem dessas questões, propostas simples para descobrir, explorar e integrar um novo pulsar, um novo sentir, novas fragâncias que brotam do Ser na vida quotidiana.
  • ·         A Respiração e o Sentir
  • ·          Energia – como funciona / Consciência – como se expressa
  • ·         O Agora
  • ·          Sintomas do Despertar – que fazer?
  • ·          Viver da Mente – Viver do Coração - Viver de energia: da nossa ou dos outros
  • ·          Nova Energia, novos paradigmas
  • ·          A imaginação – soluções criativas
  • ·          Ao encontro do Eu Sou
Quando? dia 8 de Julho, domingo

Horário: 10h-12:30h, 14h-18:30h 

Valor: 65€    (contactar para inscrição e verificar possibilidades de pagamento)

Apresentado por Patrícia Almeida 
& Cª


Outros Módulos da Escola do Despertar: II.  Transmutar e Integrar.    III.  Renascer

Perguntas Frequentes:
P 1- A Escola do Despertar vem substituir o Reiki?
R - Não. Trata-se de algo distinto. A Escola do Despertar é consciencial-expansional, o Reiki é energético-vibracional e assim podemos vê-los como complementares, se a pessoa sentir necessidade de completar o seu percurso com essa experiência do Reiki ou vice-versa.

P 2- Já fiz vários cursos, nomeadamente de Reiki, Karuna, Constelações, entre outros. Será que a Escola do Despertar é útil para mim?
R  - Tu é que tens de sentir o chamamento, Tu é que tens de sentir essa resposta. Verifica se sentes identificação com os tópicos apresentados e a energia que envolve o projecto... Mas o objectivo é fazer uma introdução para os recém-chegados como fazer um update de uma perspectiva de Nova Energia para quem já anda há muito nestas andanças, novas ferramentas, novos paradigmas, novo entendimento sobre o que se está a passar. 

P 3- Porquê os 3 módulos e qual a diferença para o conceito de níveis?
R  - O ideal seria apresentar em 3 dias toda a Escola, mas conhecemos os desafios que todos passam nesta época de crise e mudança e torna-se mais simples dividi-la em 3 partes, um mês cada uma, e até permitindo uma boa integração das experiências ao longo desse mês. Assim os 3 módulos são um todo e não 3 níveis distintos. para facilitar mais ainda podes ir fazendo os módulos quando desejares e sem obrigatoriedade de chegar ao fim, no entanto aconselhando a procurar um período de 6 meses para a sua conclusão ideal no sentido de permitir resultados na via suave.

terça-feira, 26 de junho de 2012

Nuvens azuis, ontem na Escócia

 Nuvens azuis eléctricas:  exactamente onde a atmosfera encontra o vacuo do espaço um raio de luz solar toca uma série de geladas  noctilucent clouds em Queensferry, Escócia.

ELECTRIC-BLUE CLOUDS: Yesterday, high above Earth's surface where our planet's atmosphere meets the vacuum of space, a ray of sunlight hit a wispy, rippling bank of icy noctilucent clouds (NLCs). They lit up, glowing electric-blue, producing this apparition over Queensferry, Scotland:
 

(...)
Normally confined to Arctic latitudes, the intense NLCs of June 25, 2012, dipped all the way down to the south coast of England: "This was my first sighting of 2012," says Pete Lawrence, who photographed the southern edge of the bank from Selsey UK.        / Normalmente confinam-se a latitudes árticas, mas as intensas NLC de 25 de Junho de 2012 viajaram até ao sul da costa de Inglaterra (...).

In recent years, the "habitat" of noctilucent clouds has been expanding. Breaking through the barriers of high-latitude that once kept them bottled up in the Arctic, NLCs have been sighted as far south as Colorado, Virginia, Kansas, and Utah. Here are some examples of sightings in the lower United States.        / já foram avistadas no Colorado, Virgínia, kansas e Utah.

Dakota 2009

http://www.spaceweather.com/

sexta-feira, 22 de junho de 2012

Escola do Despertar


A Escola do Despertar


                        
              É com muito prazer que apresentamos hoje a Escola do Despertar como parte da renovação da Estrela da Vida Estrela da Aurora enquanto Escola Ascensional da Nova Energia,  aberta a todos  os que sentem um chamamento interno de renovação e descoberta interna, de ascensão e iluminação.

Espreita aqui: 
http://estreladavidaestreladaaurora.blogspot.pt/p/escola-do-despertar.html

Adamus unleashed

O Crimson Circle esteve em Sedona para a Kryon Summer Conference e depois para o Living Ascension dias 11 e 12 de Junho.
É disponibilizada gratuitamente a canalização conjunta de Adamus, Kryon, Gaia e outros aqui ou em www.kryon.com.

Da canalização individual de Adamus (Adamus unleashed in Sedona), fica este extraordinário excerto também gratuito aqui que se pode adquiri aqui.

(é preciso registar e fazer login mesmo para os free downloads)

"Ascension, enlightenment, whatever you want to call it, is the most natural thing you will ever do. Period. It’s the most natural thing. You can sit right in those chairs and never do anything again, other than to breathe in your enlightenment, and it will happen.

It becomes unnatural when you distort it with all of these weird systems and concepts and beliefs and fears and doubts and all the rest of this stuff. It becomes unnatural, and it takes you on a very unnatural path. I guess that’s an interesting experience, but right now in this time of the grandest energies ever on Earth, you can take a deep breath. You’re gong to become enlightened anyway, so why not just allow it?

You gave this to yourself, and Spirit gave this to you, the moment that you received your sovereignty from Spirit, the moment you become a unique part of Spirit. It was already part of the plan that you would go through a journey and become enlightened and understand the I Am within. You don’t have to do a thing. No. No more suffering. No more suffering. No more thinking about it. My god, that will mess up a really good enlightenment to think about it. You don’t need to worry about it, pay for it, anything.
Enlightenment is the most natural thing you will ever do, so can you please allow the process?"

Adamus, "Adamus: Unleashed In Sedona", Kryon 2012 Summer Conference, June 2012.
Daqui

quinta-feira, 21 de junho de 2012

Yoga no Solstício em Times Square: Mind over Madness

O mundo está a mudar... aula de yoga em Times Square Nova Iorque!


Celebrando o Solstício de Verão!


Respira fundo e sente a energia da mudança!




segunda-feira, 18 de junho de 2012

Hampton Williams 'Exorcist Style' - e o link!




Continuamos com as artes como melhor meio de expressar criatividade da alma... Agora com a Dança. Este jovem criou para si este estilo em que capta os desequilíbrios das pessoas presentes e os liberta com amor. Belo de ver e sentir. Respirem isto!

sábado, 16 de junho de 2012

E está a preparar-se nova explosão solar... deve ser para o Solstício ;)

Partilhando do site http://www.spaceweather.com/


WEAK IMPACT: As expected, an interplanetary shock wave associated with the "double CME" of June 13-14 hit Earth's magnetic field today around 0900 UT. The impact was weak. The solar wind speed in the wake of the CME barely upticked to 400 km/s, and the impact did not trigger a geomagnetic storm.

CHANCE OF FLARES: Sunspot AR1504 has developed a 'beta-gamma-delta' magnetic field that harbors energy for strong solar flares--and the huge sunspot is directly facing Earth. Amateur astronomer Eric von der Heyden photographed the behemoth on June 16th from his backyard observatory in Mühltal-Traisa, Germany:
Each of the dark cores in the image is about twice the size of Earth. The sheer size of the complex makes it an easy target for backyard solar telescopes.
NOAA forecasters estimate a 65% chance of M-flares and a 5% chance of X-flares from AR1504 during the next 24 hours. X-flare alerts: textvoice.
Readers, please scan the Realtime Photo Gallery for constantly updated images of this sunspot plus a huge prominence which has popped up on the sun's western limb.

ELECTRIC-BLUE NOCTILUCENT CLOUDS: Data from NASA's AIM spacecraft show that noctilucent clouds (NLCs) are like a great "geophysical light bulb." Theyturn on every year in late spring, reaching almost full intensity over a period of no more than 5 to 10 days. News flash: The bulb is glowing. Flying photographer Brian Whittaker photographed these NLCs over Canada on June 13th:
"I was very happy to see my first noctilucent clouds of 2012," says Whittaker. "They were visible to the north for about 3 hours as we flew between Ottawa and Newfoundland at 35,000 feet."
These electric-blue clouds are hanging 85 km above Earth's surface, at the edge of space itself. Their origin is still largely a mystery; various theories associate them with space dust, rocket exhaust, global warming--or some mixture of the three. One thing is sure. They're baaack ... for the summer of 2012.
Observing tips: NLCs favor high latitudes, although they have been sighted as far south as Colorado and Virginia. Look west 30 to 60 minutes after sunset when the Sun has dipped 6o to 16o below the horizon. If you see luminous blue-white tendrils spreading across the sky, you may have spotted a noctilucent cloud.

Diz Jung


Eu não sou o que me aconteceu,
Eu Sou o que escolho tornar-me.

Carl Gustav Jung

quarta-feira, 13 de junho de 2012

Mágica surpresa



Não se deixem enganar pelas lentes de contacto ;) Esperem e escutem.
Puro talento! No more hiding!

domingo, 10 de junho de 2012

quarta-feira, 6 de junho de 2012

Amazing grace... of being alive!

Que tempos extraordinários para estar vivo neste planeta!
Que energia maravilhosa, surpreendente, que vem ter connosco nestes dias e nos preenche totalmente numa dádiva atemporal!
Mirage!
A maravilhosa graça de estar aqui e agora!...


Foto de Vénus 5 de Junho de 2012 - recebida por email - fonte desconhecida




Fica o link para um programa de rádio com Marisa Calvi e Kuthumi durante o Trânsito (os primeiros 5 minutos pertencem ao programa anterior sobre meteorologia). Aqui

Fica também a indicação de free webinar hoje com Jim Self: The Shift requires your atention. É necessário registar neste link mas depois tem-se acesso à gravação, o que é útil uma vez que passará de madrugada em Portugal. Recomendo vivamente.
https://www1.gotomeeting.com/register/641240776


Aproveita o dia e tudo o que está para vir. Não fiques à espera de ver no que vai dar - a energia é literal: se escolhes muito recebes muito, se escolhes a dúvida terás a dúvida, se escolhes expansão terás expansão e por aí fora...

E há muito Amor hoje por aí :) 
Vénus anda a partilhar muita luz e graça!

terça-feira, 5 de junho de 2012


Amor que vem de Vénus

 «Ora, todo o campo electromagnético recebeu um input tremendo o que levará a que no mês de Junho haja ainda maior libertação de energias do foro emocional / eléctrico e do foro mental, vulgo formas-pensamento / magnético. Hummm…. Que significa isto e que implicações tem para nós?»
«Em Junho, algo se vai mexer dentro de ti, que sentirás de imediato ou talvez semanas ou meses mais tarde. Algo se vai mexer, algo que em ti busca ver a luz do dia, algo que em ti está cansado de ser obrigado a estar calado, restringido, controlado, abafado.
Neste mês que passou, os paradigmas energéticos mudaram num convite à paz para renascer. Essa onda que viajou deste o Grande Sol Central até este planeta azul tocou todas as células, todas as moléculas, todos os átomos desta criação lembrando que a hora de avançar chegou. Tal já estava a ser respirado, trabalhado amorosamente mas o impulso está aí e prosseguirá.

Continuaremos a fazer este convite à Paz – Aceitação - Confiança, agora sob o signo de Vénus, sob o signo do amor.» (texto completo aqui)


Assim trabalharemos a energia do mês em diversos encontros, o primeiro já no dia 7 para experienciarmos esse alinhamento e nos prepararmos interiormente para consolidar o Enraizamento, o Ponto de Presença, mecanismos de transmutação e expansão naturais de consciência, activação de códigos de Luz, etc rumo a esse Renascer.
Com Sanat Kumara e demais colectivo dos Kumaras.

7 de Junho, quinta-feira – inscrição até quarta de manhã – 15:30h – valor 12€
20 de Junho, quarta-feira – inscrição até terça-feira – 18h – valor 12€
30 de Junho, sábado – inscrição até sexta de manhã – 15h – valor 12€

Para informações: Patrícia Almeida
Estreladavida.estreladaaurora@gmail.com

sábado, 2 de junho de 2012

Junho - Reflexão do mês

Junho

        Mês do Amor         
        Mês de Vénus

Avizinha-se um Verão quente - energeticamente falando - e tudo o indica. A onda interdimensional de Maio mexeu e continuará a mexer amplificada por todos os eventos astrológicos e astronómicos em curso. A beleza da questão é verificar que quando se alertam os anjos encarnados (sim, tu e tu e tu!) todos dão o melhor de si e tudo se alivia e ameniza. Fazemos um breve ponto de situação para nos inteirarmos dos potenciais de Junho.

Quando publicámos o texto de Maio, falámos de Paz e de Renascer bem centrados em nós mesmos para sentir esse ponto de consciência onde Tudo Vai bem na criação. Preparávamo-nos também para essa Super-Lua Cheia de Wesak, aniversário do Buda, na tríade 5-5-5, número signo de 2012. Logo veio Adamus anunciar no Shoud de dia 5 que algo ocorreria de fundamental que movimentaria necessariamente a terra nos planos mais diversos (aqui remetemos para os posts do início do mês de Maio)[1], o que se verificou sob o impulso de uma explosão solar que se registou no sol a 5 e chegou à Terra de 9 para 10 e novamente no dia 17 com impacto dia 20, coincidindo com o eclipse anular total, o chamado eclipse do Anel de Fogo, por sua vez coincidente com o alinhamento Terra – Lua – Sol - Plêiades.

Quem esteve bem presente e foi respirando pela fase clímax do impacto (10 a 17 de Maio) até pode nem ter sentido nada de muito especial, pode até ter sentido a dádiva imensa que chegava, mas muitos sentiram também uma pressão enorme no corpo físico, nomeadamente dores intensas nos ossos e músculos, toda a estrutura a reajustar-se. Aqui o enraizamento e a capacidade de estar bem harmonizado com o corpo físico são fundamentais. A negação ou uma má relação com o corpo vai dificultar todas as múltiplas comunicações sensoriais e multidimensionais. Nesta fase o desligar do corpo e o viver na mente ou no astral vai tornar tudo bem mais complexo. Falaremos deste ponto mais à frente.

Adamus mencionou como essa onda iria agitar a Terra e será curioso observar como o primeiro fenómeno sísmico fora do normal se verificou na linha Chipre-Israel, bem no cerne de tanta história, tanta energia em busca de resolução. Seguiu-se uma série de sismos no Chile, onde serão já mais habituais mas com maior intensidade, e os mais recentes do Norte de Itália a par do desvelar a cada dia de complots ao nível de altas figuras do estado italiano, das finanças e política, bem como do estado do Vaticano: velha, velha energia a clamar por transparência (não esquecendo os nossos próprios complots de serviços secretos, hipnose de massas em acções de supermercados e afins). Registe-se também o fenómeno das temperaturas oscilantes como o caso da Bósnia onde se passou de 30º para -5º em 24h, com queda de neve (!!) ou do norte de França ou até de Portugal onde as temperaturas descem 10º de um dia para o outro, acrescendo no desconforto físico geral.

Ora, todo o campo electromagnético recebeu um input tremendo o que levará a que no mês de Junho haja ainda maior libertação de energias do foro emocional / eléctrico e do foro mental, vulgo formas-pensamento / magnético. Hummm…. Que significa isto e que implicações tem para nós? Bem, já sabemos que na Nova Terra o Velho não consegue entrar, o que determina que tudo o que forem emoções, situações mal resolvidas, formas-pensamento negativadas, sistemas de crenças estagnados ou limitadores da valorização do ser humano são convidados a uma reavaliação para uma clarificação. Como sempre, o estar presente e consciente do processo, facilita as escolhas, ritmos, criações. O contrário gera por vezes aquela sensação de estarem a tirar o tapete, de tudo revolvido, uma confusão de pensar e sentir que entra no drama, na vitimização, no caos apocalíptico em que se fica a correr atrás de algo em círculos…

Vejamos, se sabemos que há o potencial de: em situações das mais corriqueiras do dia-a-dia libertar emoções recalcadas, fantasias, perturbações psíquicas, de um abalo na nossa forma de programar e ver a vida diária nas coisas mais básicas, de ver o que acreditávamos ser seguro e duradouro desmoronar-se, então quando tal – eventualmente – se manifestar na nossa vida vamos conseguir identificar o que se está a passar e a partir daí chamar soluções criativas, comandar as energias para nos servirem, usando ferramentas que temos vindo a procurar nos últimos tempos.

A melhor ferramenta? A respiração! Se te concentras na respiração, estás em contacto com o corpo, estás a sentir algo para lá da mente, das vozes, dos problemas exteriores. E se te concentras e aprofundas essa respiração para lá da garganta e dos pulmões J, estás a despertar mecanismos internos de consciência mais expandida, para lá do somatório físico-emocional-mental, e que te ligam a realidades quânticas que começas a saber que existem e que podes explorar. Se te permites essa respiração suave, sem forçar, o foco está em Ti e podes chegar a esse ponto onde atrás do murete (como sugeria Tobias do Círculo Carmesim) se consegue sentir aquele desligamento das situações que confere clareza e discernimento, para avançar nas escolhas. Quanto mais tu aprendes a estar na tua respiração, mais sentes que alcanças um ponto de liberdade, pois o burburinho e delírio exterior vai dia após dia ficando mais longe. É uma entrega a Ti mesmo/a com efeitos no corpo, no teu bem-estar geral de Ser.

Em Junho, algo se vai mexer dentro de ti, que sentirás de imediato ou talvez semanas ou meses mais tarde. Algo se vai mexer, algo que em ti busca ver a luz do dia, algo que em ti está cansado de ser obrigado a estar calado, restringido, controlado, abafado.

Neste mês que passou, os paradigmas energéticos mudaram num convite à paz para renascer. Essa onda que viajou deste o Grande Sol Central até este planeta azul tocou todas as células, todas as moléculas, todos os átomos desta criação lembrando que a hora de avançar chegou. Tal já estava a ser respirado, trabalhado amorosamente mas o impulso está aí e prosseguirá.

Continuaremos a fazer este convite à Paz – Aceitação - Confiança, agora sob o signo de Vénus, sob o signo do amor.



A 4 de Junho haverá um eclipse, agora um eclipse lunar, abrindo os portais para o grande evento logo de seguida.

De 5 para 6 de Junho assistir-se-á, embora não visível em Portugal, ao trânsito de Vénus, fenómeno que ocorre apenas quando este planeta passa directamente entre o Sol e a Terra. Uma vez que o plano orbital de Vénus não está alinhado com o da Terra, os trânsitos ocorrem muito raramente, aos pares, com intervalos de oito anos, mas separados por mais de um século. O último trânsito foi em Junho de 2004, mas o próximo não será visto antes de 2117. O fenómeno durará aproximadamente 7 horas.

Ora termina assim um ciclo de 8 anos de despertar da energia do feminino na consciência planetária e rumo ao equilíbrio de feminino-masculino, toda essa dinâmica dual que se patenteia em tudo o existe no planeta. O foco tem-se movido da cabeça para o coração, não órgão físico, mas centro energético de amor e compaixão.

Então, uma nova forma de exprimir esta realidade se começa a manifestar – está quase pronta para nascer – no plano individual, no plano colectivo. Ao se respirar a partir do foco do coração, começa-se a ver a existência de um outro modo, mais real, mais rico. É a visão HD – High Definition da vida. Apercebemo-nos da beleza, riqueza, magnificência de algo que estava ali mesmo ao lado e que nos passava desapercebido, da infinitude de possibilidades sem limites de explorar, das sincronicidades que o Universo e a nossa Essência/Alma/eu superior nos presenteia a cada dia.

O ser humano ao tornar-se mais real, mais sensível para a multiplicidade de potenciais disponíveis, saindo dos automatismos, das programações, do fazer “porque sempre foi assim que se fez” ou do “é assim que toda a gente faz”, mais verdadeiro consigo mesmo, com as suas necessidades, os seus desejos, os seus sonhos, gerados não da mente, não das emoções (Adamus diz-nos que as emoções são mentais pois saem de uma cadeia de reacções a algo onde se está fora da acção criadora e do Ser compassivo), mas do cerne do seu Ser. Um humano divino, integrado, não nega partes de si – seja o corpo, a sua sexualidade, o seu gosto pela comida, pela bebida, pela dança, pela música, pelo desporto, pela arte, pela tecnologia, pela ciência, seja o que for. A negação de uma parte de si revela que há ainda algo incompleto, aspectos desgarrados, ainda ao vento.

Li há pouco tempo um texto que clamava que ser anjo seria um inferno de aborrecimento. “Ooops pensei eu, mais um a falar do que não se lembra”. Nada está mais longe da realidade. Por vezes, numa primeira fase, as pessoas no seu despertar tendem a afastar-se do mundo, a recolherem-se sobre si mesmas, a protegerem-se pois tornam-se mais sensíveis e entendem como o modo de interacção com o mundo não as servia. Encontram na meditação, no yoga, nas terapias holísticas, nos cursos de Reiki- EMF- Karuna –etc, etc, numa alimentação mais apropriada para si, em novas leituras, novos amigos, novos circuitos, novos interesses, seja no que for, uma nova maneira de se expressar mais consentânea , aproximando-se do que É a verdade interna, única de cada um. Todo um mundo novo. Começa depois a haver uma reconversão, uma estabilização nesse modo de vida e, cada um a seu ritmo, irá descobrindo que ganhando confiança, se abre para fazer pontes e se tornar mais real, mais presente. Há essa depuração interior que permite viver com um sorriso e uma respiração e que arrumada a “casa” permite ir mais além e experimentar o que é Viver realmente como Humano Divino J.

Então o alinhamento com Vénus…

E se espreitarem a imagem abaixo temos um curioso padrão formado pelo movimento desse planeta nos últimos oito anos... como fractais de geometria sagrada… Aqui ressaltamos o número 8, expressão do infinito e de uma integração plena dessa energia do sagrado feminino e do sagrado masculino. Hummm… Então, Junho virá com esse potencial igualmente associado: a compleição de um ciclo 8. 



O planeta Vénus associa-se a toda a mitologia do planeta do Amor. Para lá dessa visão existe o reverberar real de altas frequências de consciência que espelham Amor. Fala-se de Lady Vénus e Sanat Kumara e desse planeta como plataforma de irradiação, de respiração de consciência crística, neste sector da galáxia.  

Ao alinhar-se directamente com a Terra, disponibilizar-se-á uma incidência de partículas de luz nesse impulso de renovação vital do planeta, humanidade e todos os seres em todos os reinos deste planeta para “as suas vestes” do corpo de luz.

Vénus fala de Amor, daquele a que agora tem de se atrelar a palavra incondicional para desassociar de anos e anos de abusos em nome do “amor”, de manipulações e controlo, de violência até, de cláusulas e cláusulas, regras e rituais de viver o “amor”. Mais ainda, Vénus vem lembrar que o Amor nasceu na Terra e daqui foi então sentido e irradiado pelos reinos dos anjos e mais além, numa visão diferente da habitual e que Adamus relembrou aos Shaumbra recentemente numa passagem por França no que ficará conhecido pelos “Mistérios do Amor”[2]. Vénus fala de amor e assim fala de abundância…

Convido-te amorosamente a escolheres sentir e permitir que tal abraço de luz e fractais cristalinos cheguem até ti. É a via suave. O saber que é apropriado avançar, dar um passo em frente, sem resistir, como um mergulho num mar paradisíaco sabendo que até virão os golfinhos brincar connosco.



E se sentires no corpo peso, inchaço, dores e sintomas estranhos, lembra-te que o teu ADN está activar-se em todos os seus filamentos físicos e multidimensionais, que estás a renascer de um corpo de 3D para um corpo de 5D sem teres de passar pelos habituais processos de morte e nascimento – já viste o quão radical e tremendo é isso? – e que há algo que podes fazer por ti. O quê? Lembra-te da respiração. Honra o teu corpo e nutre-o com aquilo que intuíres que o teu corpo precisa: primeiro amor e carinho, alimentos ricos em vida, muita muita água, exercício q.b. para que energia não fique estagnada e se movimente, um banho se água com sal aí uma vez por semana (se te aventurares nas águas do Atlântico vai ao mar J).

Lembra-te também que há toda essa velha energia do corpo emocional, mental e necessariamente do astral que estás a transmutar, a alquimizar, a purificar e que tem estado somatizada no corpo ou que se vai fazer sentir para que repares nela: nota que não é necessariamente uma condição médica que passe com um comprimido… Aqui respira fundo e autoriza-te, escolhe libertar-te da condição implícita nesse sintoma. Podes fazer só assim, não precisas de escalpelizar nem saber exatamente o que é, aliás podes escolher apenas declarar que tal não te pertence mais. Mas o que será importante é o teres consciência das tuas raízes (se passaste por alguma actividade já o fizeste), a tua ligação à Terra, à consciência de Gaia, ao núcleo cristalino da Terra. Deixa-te brincar com a imaginação! Podes sempre usar aquela imagem do cordão que liga à Terra como aquele objecto dos carros J e descarregar energias excedentárias, aqui com a vantagem de receber de volta tudo transmutado. Sim, as tuas raízes! Sentiste algo na coluna ou nas pernas este último mês? É provável que algo se tenha manifestado e continue a manifestar-se pois é a tua estrutura, o teu veículo, o teu suporte que se renova, ganha leveza, e tem de enfrentar os bloqueios, resistências de medos, ansiedades perante a mudança…

Para além de tudo isto, sugerimos o contacto com a natureza para aproveitar o culminar da Primavera e o nascer do Verão que chega com o Solstício. Porque não ter essa experiência magnífica de sentir as tuas raízes e as raízes de uma árvore em simultâneo ou o pulsar de uma rocha o movimento purificador das ondas do mar? Porque não aprender a sentir a presença dos devas da luz, a energia imanente de tudo o que existe?

A 20 de Junho celebraremos um novo ciclo, mais abundante de amor, de vida, de alegria. E a abundância espelha-se em todos os aspectos da vida, mesmo no material, pois tu vais deixar essa escassez de querer estar só um bocadinho melhor, só ter o suficiente para chegar ao fim do mês, só ter um bocadinho de menos dores no corpo, só um bocadinho mais de atenção… O teu novo Eu vai querer viver, plenamente, aqui ou noutro reino qualquer. Deixar anos e anos de limitações, de crises afectivas, mentais, financeiras, políticas, … Vamos escolher deixar nascer um mundo novo!

Lembra-te: tal como tu tens vindo a deixar ou estás a começar a deixar tudo o que é velha energia na tua vida, tudo à tua volta também está a movimentar-se e a mexer. Os potenciais para Junho são de maior movimentação nesses planos densos das finanças, das políticas, das crenças… e lembra-te que já faltou mais…


2012 ano da Vida Nova, do Renascer, da Chegada! Nunca houve tanta energia ao teu dispor, nem tanto apoio multidimensional, angelical, como preferires. Apenas se aguardam as tuas escolhas, o teu passo em frente. Junho é um bom mês J

Aproveita

Que a Paz e o Amor irradiem do brilho do teu olhar!

Eu Sou
Patrícia
& Cª

Aqui desde o meu sol cristalino Estrela da Vida Estrela da Aurora






[2] Deve estar para ser disponibilizado na Store de www.crimsoncircle.com.